Marte em Libra: Unificar sexualidade e coração

Urano está em Áries desde 2011, sinalizando o impulso cardinal por novos inícios e a urgência na renovação de caminhos decadentes. Marte, regente natural desse signo, entrou hoje em Libra, seu oposto/complementar, caminhando de frente e de ré pelo arquétipo do amor, até julho de 2014. 

O Planeta Guerreiro desarma-se de agressividade e impulsividade, para lançar mão de armas estratégicas de efeito moral. Para tanto, despoja-se da indumentária marciana inspirada no fogo e adentra nas vestes venusianas de ar, plasmadas por uma mente diplomática e elegante. 

Estão por vir novas teorias e discussões a respeito dos rumos do discurso amoroso, e do que virá a ser o casamento da nova era. Vamos ter esse tempo para tentar harmonizar os opostos, polir o próprio espelho e espelhar com autenticidade o que se quer de um relacionamento. Mais um ano para diferenciar verdade de fantasia, expectativa de realidade e carência de vitimização. Vamos pesar os prós e os contras dos relacionamentos íntimos e suas verdadeiras bases de sustentação.

Vênus no Céu em Capricórnio, inspira seriedade nas relações e parcerias. Na tensão que forma com Marte, Urano Júpiter e Plutão, é emergente que se assuma a responsabilidade pelo pacote inteiro da vida que se criou. Não existem vítimas nem algozes e cada qual deve reconhecer as crenças negativas que lhe trouxeram sofrimento e, a partir daí, vislumbrar uma reprogramação positiva, que adentre na sua vida juntamente com as promessas e esperanças do ano novo. 

Vivemos um ano de profundas transformações. As amarras sociais e sexuais que estiveram por séculos sob o jugo da sedução e de jogos de conflito, tendem a afrouxar seus laços em prol de uma maior transparência nas relações. Estamos fartos de tabus, preconceitos, mentiras e ardis nos relacionamentos. O que se almeja de verdade é uma realização sentimental, pura e simplesmente. Não aceitamos mais o engodo disseminado pela mídia, de que o amor se resuma a episódios de paixão avassaladora, nunca podendo contar uma história duradoura, que perdure na serenidade. 

O Céu denota enormes possibilidades para uma maior qualidade de amor e verdade nas relações. Nas palavras de Sri Prem Baba, é preciso unificar a corrente sexual com o coração. Aí sim a verdadeira intimidade acontece. 

Tirar a roupa diante do outro não significa se revelar. Isso é lugar comum na atualidade. Sim, o corpo é o veículo de purificação da personalidade, mas ainda é a superfície. É preciso caminhar em direção ao centro e permitir que ele se abra e acolha também a revelação do ser amado.

Um amor que se revele e se renove, só pode acontecer a partir de uma conexão desprovida de véus e subterfúgios. 

Na beleza e espontaneidade de ser tudo o que se é, fluindo como o sangue em nossas veias, de coração a coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este artigo: