Perguntas de Ano Novo



Antes que dê aquele frio na barriga, na contagem dos segundos que faltam para adentrar o ano novo...e a gente se abrace e se beije na euforia do que virá nos próximos 365 dias... e chore um pouco e entregue em cada abraço, as nossas melhores esperanças, delicadas sementes da mais sagrada fragilidade humana...eu gostaria de olhar no espelho dos seus olhos e me fazer algumas perguntas de final de ano: Se o ano está morrendo, o que haverá de nascer?
Podemos consultar e interpretar a influência dos Astros em nossa vida e em nossa psique, como uma curiosidade, obra do acaso, que tem o poder de abençoar ou deitar por terra, os nossos melhores propósitos?
Teremos ouvidos de ouvir e olhos de ler nas entrelinhas, o que os Planetas Mensageiros, têm a nos dizer a respeito dos nossos caminhos e descaminhos?
Teremos a coragem de passar por processos curativos e retirar as máscaras que escondem nossa verdadeira beleza? Um por um, os véus do que teimamos em negligenciar?
É preciso atentar para a ressonância de que ninguém, nem mesmo Deus, pode “salvar” quem insiste em ignorar as leis da existência. Precisamos estar conscientes de que cada pensamento e sentimento negativo, críticas e julgamentos, geram doenças, intolerância, guerras e sofrimentos. 
Saber que ainda que sejam hábitos inconscientes, espalham-se como malefícios aos outros e, via de regra, retornam a nós.
Quem não reconhece nos frutos que colhe, o resultado de suas crenças, pensamentos e sentimentos se manifestando em sua vida, deve ponderar e refletir mais profundamente, a respeito dessa questão primordial que é a lei de Causa e Efeito.
Essa é uma Lei espiritual e também é uma lei da Física.
E por falar em ciência e de como estar ciente, voltemos a frisar a palavra consciência, para elaborar a pergunta de outra forma:
O que irá nascer em minha consciência nesse novo ano que se inicia, de forma que eu possa me reinventar numa pessoa melhor e criar felicidade em minha vida?
Desejo de alma e coração aberto, que consigamos em 2014, semear pensamentos e sentimentos positivos e irmos mais além, lançando sementes amorosas à todas as pessoas e desejando em igual medida, a saúde, sucesso, paz, amor e bem aventurança que desejamos a nós mesmos.
Se esse sonho for coletivo, a colheita será abundante e os frutos serão doces e deliciosamente compartilhados.
Tem coisa melhor para se sonhar?
FELIZ ANO NOVO!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este artigo: