A hora e a vez do Feminino Sagrado


Nascerá do Céu, pelas entranhas da Terra, o feminino sagrado, no homem e na mulher”.

Vênus/Plutão em Capricórnio/ Lua/Saturno em Escorpião
Resgatar da fogueira a graça da feiticeira.
Arder na água do fogo as velhas crenças que perpetuam a roda do sofrimento.
Honrar o dom da vida. A voz do coração. O milagre que transborda de toda a Criação.
O espelho da mente reflete o ego e promove a separação.
O espelho da alma faz florescer o igual. E celebra a união.
Continua o foco na responsabilidade dos relacionamentos.

Ainda há tempo de curar a Terra
Beijar o fel que a fizemos derramar
Verter estrelas em seu ventre fustigado
Soltar de suas carnes o umbigo magoado
Ainda há tempo de lamber feridas
Purgar o pus que vaza de memórias
Despertar do sono longo de omissão
Fazer do corpo a dança e a oração
Ainda há tempo de ascender a própria chama
Trazer dos Céus a Paz, ser um céu pra luz entrar...
No cósmico e no erótico
Parir a alma do imundo
Do mais profundo fundo
Ser o amor no mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente este artigo: