O útero do mundo está do avesso


Hoje é dia de Reis e dia do Astrólogo. É o anunciar de estrelas... é o seguir da Estrela mais brilhante! 
Nasce a percepção da vida divina em um novo degrau de consciência planetária!
Júpiter, regente do ano, dos visionários e idealistas, permanece retrógrado em Câncer, enquanto as tensões entre Planetas guerreiros, apertam o cerco das pressões mundiais e pessoais, balançando as estruturas do sistema.
Observam-se rachaduras nas estruturas institucionais, como mostra o  stellium do Sol, Vênus, Mercúrio e Plutão em Capricórnio em oposição ao Júpiter uterino. Ambos os lados, têm de lidar com a quadratura que recebem de Urano em Áries.
Nem as montanhas de prudência e determinação caprinas, Marte em Libra tentando harmonizar, ou essa Lua em Peixes toda etérea, poderão evitar as colisões entre as mensagens do Céu e as mentiras do ego humano. Ainda bem!
Em nós a decisão entre o explodir ou o implodir do universo intrapsíquico no arsenal de raios e estrelas que nos habitam.
O útero da vida está do avesso! Escancara sem delicadezas, a criança humana que se debate entre a busca de liberdade e abundância, e a pseudo segurança de uma fé que se professa por inércia...
É tempo de soltar as unhas da ilusória zona de conforto!
A Terra é mãe. E o amor de mãe nos resgata do útero da vida para sermos com ela, um só corpo. 
Depois, em movimentos expulsivos, nos impulsiona a corpar o sentido da própria existência, voluntária e involuntariamente. 
Espreme em suas entranhas nosso cérebro, porque as dúvidas existenciais devem emergir e encontrar suas respostas.
Tudo começa na iniciação em si. 
No âmago e na coragem do inadiável parto. 

2 comentários:

  1. Como sempre inspiradíssima, Lídia Carmeli!
    Adoro seus posts de linguagem poética e totalmente fora do comum e do óbvio!
    Grata por compartilhar sua visão com todos nós!

    ResponderExcluir

Comente este artigo: